. . . . . . . . .

quinta-feira, 14 de junho de 2012

"Caça-bandeirinhas"




“Caça-bandeirinhas”

Formação – Uma linha, traçada ao longo do campo. Dividir em duas partes iguais – “As Quadrilhas” – pelos quais se distribuirão os jogadores, separados em dois grupos. A pouca distância da linha, dentro de cada “Quadrilha”, colocarão as bandeirinhas.

Desenvolvimento – Ao sinal os jogadores do grupo designado para começar precipitarão sobre os outros, tentando apoderar-se das bandeirinhas. Perseguidos pelos adversários, se forem alcançados antes de terem tomado uma bandeirinha, serão feitos prisioneiros e ficarão no campo contrário, quando não, vitoriosos, levarão as bandeiras para a sua “Quadrilha”, não sendo permitido ao jogador tomar mais de uma bandeira em cada ataque.
     Terminado o assalto dos primeiros, os segundos terão oportunidade de atacar. A ação dos grupos será, assim, sempre alterada, devendo aos prisioneiros auxiliar os novos partidários a conquistar bandeirinhas e fazer outros prisioneiros.
     O jogo terminará quando um grupo, perdendo todas as bandeirinhas, for derrotado.

Vitória – Caberá, portanto, ao grupo que reunir em sua “Quadrilha” todas as bandeiras.

Variante – Em vez de “Quadrilha” pode se usar o nome de “Países” desta forma seria “Caça-bandeiras”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário